Nossa História

O Grande Oriente da Bahia foi fundado em 29 de janeiro de 1990.

No Brasil, o Grande Oriente da Bahia é membro da Confederação Maçônica do Brasil e, no cenário latino-americano, é membro ativo da Confederação Maçônica Interamericana.

Na década de 1980, sob os auspícios do Grande Oriente do Rio de Janeiro (Confederado à COMAB), que concedeu as respectivas Cartas Constitutivas, foram fundadas as Lojas Mensageiros da Paz (fundada em 14 de março de 1988), Sabedoria Triunfante (fundada em 14 de outubro de 1988) e Coluna de Harmonia (fundada em 20 de setembro de 1989). Quando alcançou o número de Lojas necessárias para fundar uma nova Obediência, conforme estabelecido pelos Oito Princípios da Regularidade, em 29 de janeiro de 1990, foi instalado o Grande Oriente da Bahia. Isso aconteceu na presença de delegações dos Grandes Orientes do Rio de Janeiro, Minas Gerais e Santa Catarina, com um total de 32 maçons visitantes, liderados por cada um de seus respectivos grão-mestres: Alberto Silveira Conde, do Grande Oriente do Rio de Janeiro; Hiroito Torres Lages, do Grande Oriente de Minas Gerais; e Francisco Vady Nozart Melo, do Grande Oriente de Santa Catarina, que, na época, presidia a COMAB (Confederação Maçônica do Brasil).

O Grande Oriente da Bahia participa de várias obras de benevolência na comunidade, louvando a doutrina dos ensinamentos maçônicos. Ele trabalha para promover o amor fraterno entre os maçons, para garantir a evolução do ser humano como parte da sociedade, e aprimorar a relação entre a Maçonaria e a sociedade para a Glória do Grande Arquiteto do Universo.